Terça, 11 de agosto de 2020
77 99111-1342
Famosos

02/08/2020 ás 10h50 - atualizada em 02/08/2020 ás 10h50

522

Paulo Flores

Bahia-Brasil / BA

Babu Santana explica porque deixou a favela: 'para que meu filho não tomasse dura da polícia todos os dias'
Agora presente em diversas campanha publicitárias e trabalhos na web, o ator teve a oportunidade de dar uma vida melhor para sua família, e isso inclui a sua nova moradia.
Babu Santana explica porque deixou a favela: 'para que meu filho não tomasse dura da polícia todos os dias'
Reprodução / Instagram

Um dos participantes mais queridos do BBB20, Babu Santana viu sua vida mudar depois que saiu do reality. Agora presente em diversas campanha publicitárias e trabalhos na web, o ator teve a oportunidade de dar uma vida melhor para sua família, e isso inclui a sua nova moradia.

Ele comprou uma nova casa na Ilha da Gigóia, na zona oeste do Rio de Janeiro. A casa tem dois andares, piscina, estúdio e escritório. Em live da revista Marie Claire, Babu explicou um dos motivos que fez ele deixar a favela. “Um dos fatos de sair da favela, foi defender meu filho pra que ele não tomasse uma dura [da polícia] todos os dias”, disse.

Além disso, o ex-BBB contou que novos planos também o motivou para mudança. “A necessidade dos novos projetos com redes sociais e publicidade me fez buscar um novo lugar. Quero transformar tudo aqui num lugar bom pra mim e minha família. Vou montar um estúdio e investir no audiovisual, algo que era meu sonho”, contou.

Pai de três, ele fala como é ser pai negro em uma sociedade racista.  “Ser pai é um desafio, não é só sobre racismo, as coisas vão aparecendo e não te dão um manual. Tem coisas que só iremos aprender, conforme a vida vai se apresentando, mas meu filho já entende que a minoria de representatividade tem seu espaço”.

Babu ainda comentou a polêmica envolvendo Thammy Miranda, com quem participou da campanha de Dia dos Pais da Natura. “O Thammy é um homem e pai incrível. Não tem problema algum ele ser um pai trans. O problema está nas 5 milhões de crianças sem pai no registro de nascimento e nas milhares de mães solo”, diz. “Temos que aprender a conviver com as diferenças e diversidades”.

FONTE: Bnews

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados