Terça, 11 de agosto de 2020
77 99111-1342
Polícia

02/08/2020 ás 12h59 - atualizada em 02/08/2020 ás 12h59

467

Paulo Flores

Bahia-Brasil / BA

Bandido foragido da justiça baiana é preso durante abordagem policial em Cotia, São Paulo
Na Bahia, Otino é acusado de integrar uma facção criminosa em sua cidade natal (Condeúba) que tem comandado a prática de crimes como assaltos e roubos de veículos em cidades circunvizinhas.
Bandido foragido da justiça baiana é preso durante abordagem policial em Cotia, São Paulo
Otino estava foragido da justiça baiana desde abril de 2018.

Uma abordagem policial realizada nesta sexta-feira (31), na cidade de Cotia, região metropolitana de São Paulo, resultou na prisão de Otino Ferreira Porto Filho, natural da cidade de Condeúba, que havia foragido da Delegacia de Polícia de Caculé em abril de 2018.

De acordo com a ocorrência da polícia paulista, Otino, e um outro homem, identificado como Douglas Clemente, foram abordados em um veículo Fiat/Pálio durante um patrulhamento de rotina. Ao checarem a documentação, os policias identificaram que Otino havia apresentado um RG falso, onde usava o nome de “Phatryc Nascimento Dias”.

Ao perceber que os policias identificaram a falsificação, Otino evadiu se do local, a pé, indo em direção a uma favela próxima. Lá foi encontrado em um “barraco” pelos agentes da polícia e confessou que o RG era falso.

Ao chegarem o documentação verdadeira de Otino, os policias constataram que se tratava de um foragido de justiça baiana que responde por processos na varas criminais de Caculé e Jacaraci. Diante dos fatos, determinou a autoridade a lavratura do auto de prisão em flagrante delito, indiciando Otino pelo crime de uso de documento falso.

Na Bahia, Otino é acusado de integrar uma facção criminosa em sua cidade natal (Condeúba) que tem comandado a prática de crimes como assaltos e roubos de veículos em cidades circunvizinhas.

A polícia da Bahia também não descarta que Otino tenha envolvimento em outras ações criminosas que aconteceram em Caculé, inclusive no caso do sequestro do médico Dr. Eberthe Medeiros, ocorrido em janeiro de 2018. 

FONTE: informecidade

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados