Terça, 29 de setembro de 2020
77 99111-1342
Brasil

06/08/2020 ás 12h22

361

Paulo Flores

Bahia-Brasil / BA

Após perder a mãe para a Covid-19 e o bebê prematuro, jovem infectada pelo vírus morre
Fernanda se despediu da paciente, por quem criou laços afetivos ao longo do período de internação, por meio de uma postagem em seu perfil do Facebook.
Após perder a mãe para a Covid-19 e o bebê prematuro, jovem infectada pelo vírus morre
Foto reprodução

O último bilhete escrito por Elis Jade do Nascimento, de 28 anos, emocionou a enfermeira Fernanda Moraes, uma das profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia na Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina. A mensagem da paciente dizia: "A luta é grande. Só Deus sabe o que passa. Orem pela minha alma". Ela morreu em decorrência da Covid-19 no último domingo, dia 2, quando já havia perdido o bebê prematuro e, poucos dias antes, perdera a mãe, infectada também pelo novo coronavírus.

Fernanda se despediu da paciente, por quem criou laços afetivos ao longo do período de internação, por meio de uma postagem em seu perfil do Facebook. Ela relatou ter trabalhado na assistência ao parto, na expectativa do nascimento de uma criança, mas foi "surpreendida pela perda de uma paciente muito querida por todos da UTI materna".
Elis Jade foi descrita como "florzinha". Fernanda escreveu que ela era "o amor do Geovanne, era mãe da Júlia, era filha, nora, era Elis".

"Entrou gestante, perdeu a mãe para a Covid, perdeu o bebê e após uma luta de cerca de um mês, perdeu a luta para a Covid", disse, acrescentando que Jade não tinha nenhuma comorbidade.

O texto emocionado também trouxe um agradecimento pelo tempo que elas passaram juntas, com a enfermeira cuidando da paciente.
"Eu não tinha noção de o quanto doloroso seria passar por sua perda! Talvez eu tenha me envolvido emocionalmente com você, talvez eu não sei lidar com as perdas para a Covid!", exclamou Fernanda. "Estar na linha de frente nessa luta é doloroso em todos os sentidos! Fica com Deus, Elis! A dor acabou!".

O neurocientista Miguel Nicolelis, coordenador do Comitê Científico Consórcio Nordeste, publicou em seu perfil do Twitter nesta quarta-feira, dia 5, um dado sobre o quanto o Brasil desponta na frente de outros países a respeito da morte de gestantes com Covid-19.
"Trabalho publicado por pesquisadores brasileiros e estrangeiros identificou 125 gestantes que faleceram. Estas mortes correspondem a 77% dos óbitos de gestantes c/ COVID19 no mundo e a uma taxa letalidade de 12.7%", destacou.

Procurado, o marido de Elis Jade, Geovanne Silva, preferiu não dar entrevista. A Secretaria de Saúde do Piauí também foi questionada sobre o caso, mas não respondeu até o momento.

Casos da Covid-19 estão em crescimento no Piauí

O estudo matemático do Projeto de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PDI) da Universidade Federal do Piauí (UFPI), que inclui dados do Hospital de Campanha Estadual (HCE), mostra que o número de pessoas infectadas com a Covid-19 ainda está em crescimento no Piauí, principalmente por causa da propagação do novo coronavírus no interior do estado.

Segundo o professor Jefferson Leite, que coordenou o estudou, o número de casos estava estabilizando, mas voltou a aumentar Por isso, o pico da Covid-19 no Piauí deve ocorrer nas próximas semanas. Por outro lado, há a estabilização no número de mortes devido à Covid-19.

FONTE: portalcbn

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados