Segunda, 19 de abril de 2021
77 99111-1342
Economia

14/01/2021 ás 06h46

722

Paulo Flores

Bahia / BA

Fechamento da Ford pode gerar baque anual de R$ 5 bilhões na economia da Bahia aponta SEI
Pesquisa aponta que participação do setor automotivo na produção de riquezas foi de 0,3% em 2019, mas, levando em conta os impactos indiretos em outros setores como comércio e serviços, participação tende a ser muito maior.
Fechamento da Ford pode gerar baque anual de R$ 5 bilhões na economia da Bahia aponta SEI
Bahia perde mais de R$ 5 bilhões com o fechamento da fábrica Ford

O fechamento da Ford no Brasil pode gerar um baque financeiro de R$ 5 bilhões na economia da Bahia, valor equivalente a 2% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado, segundo informações de uma pesquisa realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

Segundo informações da SEI, este é o valor estimado de movimentação financeira direta e indireta gerada pelo complexo da montadora de veículos, de acordo com estudo realizado em 2019 pelo órgão de estudos econômicos e sociais ligado ao Governo da Bahia.

A pesquisa aponta que a participação do setor automotivo na produção de riquezas na Bahia foi de 0,3% em 2019, mas, levando em conta os seus impactos indiretos em outros setores como comércio e serviços, a participação tende a ser muito maior.


Fechamento da Ford pode gerar baque anual de R$ 5 bilhões na economia da Bahia — Foto: Wilson Pedrosa/Estadão Conteúdo/Arquivo


Fechamento da Ford pode gerar baque anual de R$ 5 bilhões na economia da Bahia — Foto: Wilson Pedrosa/Estadão Conteúdo/Arquivo



O auge do setor automobilístico na Bahia aconteceu em 2006, quando chegou a 10,4% da indústria baiana. A indústria automotiva também vinha perdendo espaço na pauta de exportações do estado. Em 2018, o setor representou 6,2% de todas as exportações, patamar que caiu para 4,5% em 2019. No ano passado, a participação foi de 2,1%.

A cadeia automotiva da Bahia é a 5ª maior atividade industrial do estado. São 8.634 empregados diretos, o que significa uma massa salarial de R$ 515 milhões mais R$ 333 milhões em encargos sociais, segundo dados da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

"Nós temos que ver a receita que foi gerada de R$ 270 milhões, os empregos que forma gerados e toda a economia que girou em cima disso", disse o superintendente de administração tributária, José Luiz Silva.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), criou um grupo de trabalho que vai buscar alternativas ao fechamento da empresa em Camaçari. A ideia é atrair uma nova indústria automotiva para ocupar o parque industrial que será deixado pela Ford.

Em torno da Ford há 14 empresas sistemistas —na maioria, fornecedoras de peças para montagem dos veículos— que empregam diretamente 2.276 pessoas e ainda não têm uma definição quanto ao futuro.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, o estado tem 16 concessionárias da Ford, nas cidades de: Vitória da Conquista, Santo Antônio de Jesus, Salvador, Jequié, Feira de Santana, Alagoinhas, Paulo Afonso, Itabuna, Lauro de Freitas, Barreiras, Teixeira de Freitas e Eunápolis.

FONTE: G1 Bahia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados