Sábado, 19 de junho de 2021
77 99111-1342
Polícia

10/06/2021 ás 07h22

309

Paulo Flores

Bahia / BA

Dois anos após matar ator Rafael Miguel e os pais Paulo Cupertino segue foragido
Está na lista da Interpol e é considerado mais perigoso pela polícia de SP
Dois anos após matar ator Rafael Miguel e os pais Paulo Cupertino segue foragido
Foto reprodução\correio24horas

Acusado de matar o ator Rafael Miguel, 22 anos, e a família dele há dois anos, Paulo Cupertino Matias segue foragido, mesmo com nome incluído na Difusão Vermelha da Interpol. Ele é considerado o criminoso mais perigoso e procurado de São Paulo.

A denúncia do Ministério Público aponta que o empresário matou Rafael e os pais, João Alcisio Miguel, 52 anos, e Miriam Selma Miguel, 50, por não concordar com o namoro do artista com a filha, Isabela Tibcherani. Câmeras de segurança mostraram o momento em que ele atirou 13 vezes nas três vítimas, na porta da casa de Isabela.

Ele é acusado por triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas.

De acordo com o G1, Cupertino nunca chegou a constituir advogado no caso. Ele fugiu depois do crime. Dois amigos dele também são réus no caso por terem ajudado Cupertino a fugir. A primeira audiência de instrução do caso está marcada para 30 de agosto, na 1ª Vara do Júri de São Paulo.

Quem tiver informações sobre Cupertino pode usar o Disque Denúncia, pelo 181 ou internet, e o Web Denúncia. É possível manter o anonimato. Segundo o G1, esses canais já receberam denúncias com quase 90 endereços onde o acusado poderia estar escondido. Os locais incluem 25 cidades em São Paulo e oito em outros sete estados, além de uma cidade argentina e outros cinco pontos não identificados.

Apesar disso, até agora Cupertino não foi encontrado. A polícia tem indícios de que na fuga ele passou por oito cidades, incluindo uma no Paraguai - Sorocaba, Águas de São Pedro, um município não informado e Campinas, em SP; Jataizinho, no Paraná; Ponta Porã e Eldorado, no Mato Grosso doS Sul; e Liberación, no Paraguai.



(Foto: Reprodução)


Amigos respondem em liberadade
Os dois amigos de Cupertino acusados de ajudá-lo a fugir respondem em liberdade pelo crime de favorecimento pessoal; Eduardo José Machado, conhecido como Eduardo da Pizzaria, que é dono de uma pizzaria na Zona Sul de São Paulo, e Wanderley Antunes Ribeiro Senhora, de Sorocaba (SP).

O piloto Alfonso Helfenstein é procurado porque teria ajudado o criminoso a fugir para o Mato Grosso do Sul. Lá, Cupertino usou o nome falso de Manoel Machado da Silva e trabalhava num sítio, usando boné e deixando uma barba branca crescer para se disfarçar.

Outro amigo investigado é dono de uma fazenda no Paraguai, onde Cupertino também teria se escondido. O nome não foi divulgado.

FONTE: correio24horas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados