Quarta, 01 de dezembro de 2021
77 99111-1342
Esportes

08/10/2021 ás 12h03

673

Paulo Flores

Bahia / BA

Brasil leva susto, mas vira contra a Venezuela e segue 100%
Marquinhos, Gabigol e Antony decretaram a vitória verde e amarela pelas Eliminatórias Sul-Americanas
Brasil leva susto, mas vira contra a Venezuela e segue 100%
Gabigol e Antony comemoram o gol da Seleção (Lucas Figueiredo/ CBF)

O Brasil sofreu na noite desta quinta-feira (7) diante da Venezuela e parecia até que poderia perder a invencibilidade nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. A equipe canarinho saiu perdendo no primeiro tempo, mas conseguiu a virada por 3x1 - gols de Marquinhos, Gabigol e Antony - e chegou ao nono triunfo em nove jogos pela competição. Ao todo, 27 pontos somados e liderança tranquila, sem rivais por perto. Na próxima partida, domingo (10), a Seleção vai visitar a Colômbia, às 18h, em Barranquilla. O jogo atrasado é válido pela quinta rodada do torneio. 


Brasileiros e venezuelanos entraram em campo em momentos bem distintos. Enquanto a equipe de Tite ostentava uma campanha perfeita nas Eliminatórias, com 100% de aproveitamento, os rivais começaram o jogo na lanterninha, somando apenas quatro pontos em nove jogos. 


Quando a bola rolou, no entanto, a equipe verde e amarela sentiu falta de desfalques como Neymar, Firmino e Richarlison. A criatividade deixou a desejar e, como consequência, aos 10 minutos, os donos da casa balançaram a rede. 


Depois do choque, a Seleção acordou, mesmo que por pouco tempo. Em duas oportunidades, quase empatou a partida. Na primeira, Gabriel Jesus tirou tinta da trave cara a cara com o goleiro. O árbitro, porém, marcou impedimento. Em seguida, Paquetá tocou para Everton Ribeiro na grande área. De frente para a meta, o camisa 11 tentou passe para Gabigol. A bola desviou na marcação e bateu no travessão. 


Com pouco mais de 60% de posse de bola nos 45 minutos iniciais, os comandados de Tite não conseguiram traduzir o domínio em chances claras. Nomes como Fabinho e Gerson, responsáveis por iniciar as jogadas, estavam apagados. O resto era tentar corrigir no intervalo. 


Virada
Na tentativa de mudar o panorama do confronto, Tite mexeu no meio-campo e optou pela saída de Everton Ribeiro no lugar de Raphinha. 


A mudança não surtiu o efeito esperado e o Brasil continuou com pouca inspiração. O time até fez gol em cobrança de falta na área, mas o zagueiro Thiago Silva estava impedido no lance. 


Tanta apatia em campo fez Tite modificar o esquema novamente e colocar Vini Jr no lugar de Lucas Paquetá. Mais homens de ataque para tentar dar a mobilidade necessária em busca de espaços, principalmente pelo lado esquerdo. 


O jeito foi apelar para a bola parada. E deu certo aos 25 minutos. Na cobrança de escanteio de Raphinha, o zagueiro Marquinhos subiu muito e testou para o chão, sem chance para o goleiro Graterol. 


Em busca da virada, Emerson e Antony apareceram nas vagas de Danilo e Gabriel Jesus para reforçar o lado direito. E o gol saiu. 


Vini Jr recebeu livre pela ponta esquerda, cortou a marcação e chutou para o gol, só que Graterol espalmou. Na sobra, Gabigol apareceu para marcar e foi derrubado com um carrinho. Pênalti marcado. Na cobrança, o próprio Gabigol foi para a marca e decretou a virada deslocando o goleiro: 2x1. 


Nos acréscimos, ainda deu tempo de Antony deixar o golzinho dele depois da jogada em velocidade de Raphinha - melhor jogador em campo -  pela direita do campo. O meia-atacante só teve o trabalho de empurrar para o gol dentro da pequena área. Estava de bom tamanho.


FONTE: correio24horas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados