Sábado, 27 de novembro de 2021
77 99111-1342
Bahia

20/10/2021 ás 07h06

306

Paulo Flores

Bahia / BA

Polêmica: Após decisão de Brumado, Governo da Bahia mantém obrigatoriedade das máscaras
Secretária da Saúde Tereza Paim lembrou que muitos que dispensaram o uso da máscara tiveram que voltar atrás.
Polêmica: Após decisão de Brumado, Governo da Bahia mantém obrigatoriedade das máscaras
Foto reprodução\VCN

O decreto estadual que recomenda e torna obrigatório o uso de máscaras em áreas comuns segue valendo em todo o território baiano. Nesta terça-feira (19), a secretária estadual da saúde, Tereza Paim, reforçou que a normativa do Governo do Estado é soberana e deve ser seguida pelos municípios.


Ela ressalta que recomendações que não são baseadas em evidências científicas estão equivocadas e lembra que muitos que dispensaram o uso da máscara tiveram que voltar atrás. A secretária afirma ainda que somente quando atingirmos 80% da população com o esquema vacinal completo poderemos dispensar algumas medidas contra a covid-19.


Decreto em Brumado


Em decreto publicado nesta terça-feira (19), a Prefeitura de Brumado, no sudoeste da Bahia, determinou o fim do uso obrigatório de máscaras faciais em todo o território da cidade, seja em local aberto ou fechado. Contudo, o equipamento de proteção segue obrigatório nas instituições de ensino das redes pública e privada do município, para pessoas com sintomas gripais e para indivíduos que estejam infectados pelo novo coronavírus.



O documento, assinado pelo prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB), informa que os boletins epidemiológicos, divulgados diariamente pela Secretaria Municipal de Saúde de Brumado, apresentam constante diminuição do número de casos ativos de covid-19, e que, desde o dia 03 de setembro, a cidade não registra nenhum internamento em decorrência de infecção pelo vírus, o que levou a prefeitura a desativar as enfermarias e a UTI COVID. Além disso, para fundamentar a decisão, o decreto do prefeito afirma que “a cidade de Brumado tem 58.777 pessoas elegíveis para a vacina contra a covid-19 (a partir de 12 anos de idade), sendo que desse total, 88,61% já recebeu a primeira dose e 58,79% a segunda dose.”



A decisão, no entanto, acontece no mesmo dia em que a Secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, alerta que abolir a obrigatoriedade do uso de máscaras nesta etapa da pandemia representa um grande retrocesso na luta contra o coronavírus. “Estar vacinado não quer dizer que a gente pode estar desprotegido. Apenas depois que a maior parte da população estiver vacinada com as duas doses, mais de 80% da população, é que a gente vai poder começar a pensar de que maneira e em quais locais poderemos estar sem máscara, preferencialmente em locais abertos”, explicou a secretária. // Secom-Bahia . Correio24hs.

FONTE: vitoriadaconquistanoticias

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados