Quinta, 27 de janeiro de 2022
77 99111-1342
Brasil

12/01/2022 ás 20h27

601

Paulo Flores

Bahia / BA

Família confirma morte de bancária que desapareceu após ir a farmácia em BH
A Polícia Civil investiga o caso.
Família confirma morte de bancária que desapareceu após ir a farmácia em BH
Flávia estava desaparecida desde a segunda-feira (Reprodução/Redes sociais)

A família da bancária Flávia Cristina Duarte, de 44 anos, confirmou o falecimento dela na tarde desta quarta-feira (12). A mulher estava desaparecida desde a segunda-feira (10), e foi vista pela última vez ao ir a uma farmácia perto de casa, no bairro Coração Eucarístico, região Noroeste de BH. As circunstâncias da morte dela ainda não foram esclarecidas. A Polícia Civil investiga o caso.


Familiares de Flávia se mobilizaram, por meio das redes sociais, na tentativa de obter informações a respeito do paradeiro dela. Eles informaram que a bancária já fez um tratamento contra depressão anteriormente e voltou a apresentar sinais da doença nos últimos dias. Nesta quarta, Marcos Dias, irmão de Flávia, usou as redes para confirmar a morte dela e agradecer às mobilizações.


“A dor é imensa hoje. Minha querida irmã Flávia partiu e não está mais entre nós”, escreveu Marcos em um trecho da postagem, no Twitter. “Não existe nenhuma dor que se compare ao que estamos sentindo agora, com a perda de um ente querido”, comentou em outro trecho.


Mensagem de luto


Irmão de Flávia compartilhou mensagem de luto nas redes sociais (Reprodução/Twitter)


A Polícia Civil informou, nesta tarde, que atua em parceria com o Corpo de Bombeiros para localizar o corpo da bancária. “Enquanto que a equipe de investigação segue com as diligências apurando sobre o desaparecimento dela. Os trabalhos encontram-se em andamento”, diz a corporação.


Cristiane Miranda, amiga de Flávia que ajudou nas buscas, divulgou um comunicado oficial da família. “É com muito pesar e uma imensa tristeza, que a família da Flávia Cristina Duarte, comunica o seu falecimento. Ela estava desaparecida desde segunda-feira, dia 10, quando saiu da casa da sua mãe, onde estava morando nestes últimos dias para o tratamento de depressão. A família agradece o empenho dos amigos, familiares, imprensa e Polícia Civil, que colocaram todos os esforços em sua busca. Pedimos a todos orações pela alma da Flávia Cristina Duarte e que Deus a receba em seus braços. E que Deus conforte aos familiares e seus amigos”, destaca a mensagem.


Onde conseguir ajuda?


Especialistas em saúde mental reforçam a necessidade de busca por ajuda em momentos difíceis, já que todos nós estamos sujeitos a enfrentar questões que nos atordoam e causam sofrimento. Por isso, a mensagem é: você não está sozinho (a).


Ligações para o CVV (Centro de Valorização da Vida) são gratuitas em todo o país. Por meio do telefone 188, pessoas que sofrem de ansiedade, depressão ou que correm risco de cometer suicídio conversam com voluntários da instituição e são aconselhados. A assistência também é prestada pessoalmente, por e-mail ou chat.


Além do CVV, também existem no Brasil os Caps (Centros de Atenção Psicossocial). Trata-se de um serviço aberto constituído por uma equipe multiprofissional, que atua interdisciplinarmente no atendimento a pessoas com sofrimento ou transtorno mental.

FONTE: Bhaz

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados