Quarta, 26 de junho de 2019
77 99111-1342
Brasil

11/01/2019 ás 12h05

195

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Garoto baiano que nunca fez aula de balé passa em seletiva do Bolshoi e família faz 'vaquinha' virtual para se manter em SC
Família mora em Salvador. Pai do menino de 10 anos conta que foi levar filha para teste e acabou inscrevendo garoto na seletiva.
Garoto baiano que nunca fez aula de balé passa em seletiva do Bolshoi e família faz 'vaquinha' virtual para se manter em SC
Baiano Jhonatan de Araújo vai morar em Joinville — Foto: Reprodução/TV Bahia

 "Talento nato". É assim que o policial militar baiano Josué dos Santos fala cheio de orgulho do filho, Jhonatan de Araújo, de 10 anos, que passou nas seletivas do balé Bolshoi, em Joinville (SC), sem nunca ter feito uma aula de balé. Para ir e se manter em Santa Catarina, a família teve de fazer uma vaquinha virtual.

A família é de Salvador, mora no bairro São Gonçalo do Retiro. Casado com a dona de casa Denise dos Santos, Josué teve quatro filhos. Três meninas e um menino. O PM conta que todos sempre perceberam o talento de Jhonatan, pois além de dançar com as irmãs, ele faz alongamentos desde os quatro anos.

Concentração, elasticidade, expressão são algumas das características que fizeram o garoto passou em cinco seletivas do Bolshoi.

As portas do balé se abriram para Jhonatan em agosto de 2018, durante uma seleção do Bolshoi, na qual ele foi inscrito no último instante, já no local do teste. Quem ia participar da seleção, na verdade, era irmã dele, de 14 anos.

"Minha filha passou na primeira etapa da seletiva aqui em Salvador, e quando fomos levá-la para a segunda etapa, chegamos atrasados porque o ônibus atrasou, e minha filha perdeu o teste. Mas lá no local, estavam inscrevendo para quem ainda fosse fazer a primeira etapa, então minha esposa falou: 'Vamos escrever Jhonatan?'. Eu concordei, e como ele estava com a gente, foi logo fazer o teste", relatou.


Jhonatan fazendo as malas com a mãe para ir para Joinville, em Santa Catarina — Foto: Reprodução/TV Bahia


Jhonatan fazendo as malas com a mãe para ir para Joinville, em Santa Catarina — Foto: Reprodução/TV Bahia


 Josué contou que Jhonatan passou na seletiva, e em seguida foi encaminhado para seletivas em Joinville. Entretanto, a família enfrentou o primeiro impasse para realização do sonho do filho: dinheiro. Para conseguir bancar a viagem, Josué precisou se endividar.

"Tomei um empréstimo no banco de R$6 mil, para poder mandar ele e minha esposa na seletiva, lá em Joinvile. Quando ele retornou, tive que fazer outro sacrifício, porque ele precisava voltar [para Joinville] para se matricular até novembro, porque senão ele perderia a vaga. Uma colega me deu umas milhas, e eu parcelei novamente a passagem no cartão", contou Josué.

Mesmo com dificuldades, a família decidiu apoiar o filho. Deise vai morar com Jhonatan e as filhas de 11 e 14 anos em Joinville. Já Josué vai ficar com filha de 18 anos em Salvador. Para pagar as despesas da parte da família que vai para o sul do país, eles vão usar o dinheiro de uma vaquinha online idealizada pela família e pela Associação Classista de Educação e Esporte da Bahia (ACEB).

A família calculou que precisava de cerca de R$ 10 mil reais para começar a vida em Joinville. Mas em dois dias, eles já ultrapassaram o valor. Até a manhã desta quinta-feira (10), a vaquinha, que será encerrada em 21 de janeiro, já somava pouco mais de R$ 20 mil.


Jhonatan durante as seletivas em Joinville, em Santa Catarina — Foto: Reprodução/TV Bahia


Jhonatan durante as seletivas em Joinville, em Santa Catarina — Foto: Reprodução/TV Bahia

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados