Quarta, 17 de julho de 2019
77 99111-1342
Polícia

11/01/2019 ás 17h55

205

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Suspeito de mortes, médium inseriu agulhas em testículos de vítima sem anestesia
Segundo a vítima, Antônio Miguel Rodrigues realizava operações em várias pessoas ao mesmo tempo
Suspeito de mortes, médium inseriu agulhas em testículos de vítima sem anestesia
Foto reprodução/TV Anhanguera

Uma das vítimas do médium Antônio Miguel Rodrigues, de 53 anos, que é investigado por quatro homicídios cometidos após cirurgias espirituais na Bahia e em Goiás, passou por uma cirurgia nos testículos sem anestesia. O aposentado Mário Joaci Pereira Rocha, de 71 anos, disse que, durante a operação, realizada para a retirada de líquidos nos testículos, o médium perfurou os órgãos com oito agulhas. "A primeira furada foi uma dor horrível, depois veio a segunda, maior ainda, e da terceira em diante fiquei anestesiado de tanta dor. Nunca senti tanta dor na vida", conta o aposentado. O caso dele, ocorrido em Barreiras, na região oeste da Bahia, foi tipificado como lesão corporal grave. Ainda segundo Rocha, ele foi colocado deitado em uma sala com outras 20 pessoas, que também foram operadas de uma só vez pelo médium. "Ele mexia em um, depois outro. Ia passando e a gente vendo aquilo, assustado". Entre as vítimas baianas estão Vanderluce Soares dos Santos, de 42 anos, e Arnaldo Domingos dos Passos, de 78 anos, que morreram de infecção generalizada, respectivamente, nos dias 29 e 31 de dezembro de 2018 no Hospital do Oeste, em Barreiras. Antônio alega inocência em relação aos casos na Bahia. Em Aparecida de Goiânia, onde as denúncias contra o médium apareceram depois que a polícia da Bahia iniciou as investigações, relatos apontam até para o uso de martelo nas cirurgias. As vítimas na cidade são Sebastiana Peixoto Pires, de 73 anos, morta ano passado, e Raimunda Souza Matos, de 52 anos, morta em 2015 no Grupo Espírita Bezerra de Menezes, que é de responsabilidade do médium.

FONTE: sudoestebahia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados