Sábado, 24 de agosto de 2019
77 99111-1342
Esportes

21/04/2019 ás 10h07

347

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Ex-jogador do Vasco Valdiram é encontrado morto com sinais de espancamento, em São Paulo
O ex-jogador tinha 36 anos e sofria de alcoolismo e compulsão por sexo e drogas.
Ex-jogador do Vasco Valdiram é encontrado morto com sinais de espancamento, em São Paulo
Valdiram, no dia em que deixou a clínica Foto: Divulgação

SÃO PAULO - O ex-atacante do Vasco Valdiram foi encontrado morto com sinais de espancamento, na última sexta-feira, na região de Santana, em São Paulo. A informação foi dada, inicialmente, pelo "Brasil Urgente" da Rede Bandeirantes e confirmada pelo EXTRA. O ex-jogador tinha 36 anos e sofria de alcoolismo e compulsão por sexo e drogas.


Valdiram nas ruas de Bonsucesso quando foi encontrado pela reportagem do EXTRA


Valdiram nas ruas de Bonsucesso quando foi encontrado pela reportagem do EXTRA


O corpo foi encontrado sem identificação pela polícia e levado para o IML, onde ainda aguarda a reclamação por algum parente ou amigo. Apenas neste sábado, o jogador foi identificado.
Segundo amigos, ele estava morando na Cracolândia, em São Paulo. Algumas pessoas mais próximas buscavam ajuda para interná-lo numa clínica de reabilitação.

Ano passado, a reportagem do EXTRA encontrou o atacante morando sob a marquise de um restaurante falido em Bonsucesso. Dias depois, o Vasco ofereceu ajuda ao ex-jogador, que foi internado em uma clínica psiquiátrica de reabilitação.


Valdiram joga bola com Leonardo Monteiro, único amigo que o visita


Valdiram joga bola com Leonardo Monteiro, único amigo que o visita Foto: Guilherme Pinto / Agência O Globo


 Quatro meses depois, ele recebeu alta da clínica e ganhou uma chance no Olaria. Não durou muito. No mês seguinte, voltou para as ruas, entrou num ônibus para São Paulo e nunca mais retornou ao Rio. Ele tinha uma irmã na capital paulista.

Valdiram viveu o auge no Vasco, em 2006, quando foi artilheiro da Copa do Brasil. Naquele ano, a equipe vascaína foi vice-campeã da competição.

De 2006 a 2011, passou por 18 clubes, média de três por ano, e colecionou problemas extra-campo.

FONTE: extra

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados