Quinta, 22 de agosto de 2019
77 99111-1342
Geral

02/05/2019 ás 18h34

363

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Estudante baiana de 16 anos é aprovada em curso de verão na Universidade de Stanford e faz vaquinha para pagar viagem
Aluna da rede pública de ensino, na cidade de Terra Nova, a cerca de 70 km de Salvador, Quézia Ferreira busca experiência para tentar ensino superior fora do Brasil.
Estudante baiana de 16 anos é aprovada em curso de verão na Universidade de Stanford e faz vaquinha para pagar viagem
Quézia Ferreira foi aprovada em curso de verão na Universidade de Stanford — Foto: Arquivo Pessoal


Uma estudante baiana de 16 anos ganhou uma bolsa de estudos integral em um curso de verão da Universidade de Stanford, na Califórnia, e criou uma vaquinha online para conseguir pagar a viagem, que não é custeada pela instituição.

A Universidade de Stanford aparece em rankings mundiais como uma das mais importantes instituições de ensino superior. Em 2017, a universidade ficou em 1º lugar entre as que têm maior empregabilidade. Já no ano de 2018, a instituição foi considerada a 3ª melhor do mundo.

Aluna do ensino médio da rede pública e moradora da cidade de Terra Nova, a cerca de 70 km de Salvador, Quézia Ferreira busca experiência para tentar o ensino superior fora do Brasil. Para isso, a adolescente aprendeu o inglês intermediário sozinha.

A estudante conta que sempre teve vontade de estudar em outros países e que, no início do ano, descobriu os cursos de verão nas universidades estrangeiras. Desde então, Quézia começou a tentar uma bolsa de estudos.

    "Quero uma amostra do que é estudar lá fora [outro país], de como funciona lá. Além de fazer o curso, melhorar meu inglês, e ter a melhor experiência possível. Stanford vai ser uma das que vou tentar ingressar"

Antes de ser aprovada em Stanford, a garota chegou a ser aprovada na Universidade Wake Forest, na Carolina do Norte, mas o curso não seria gratuito e, por isso, desistiu.

Depois de algumas reprovações em outras instituições e já sem esperança, a estudante foi surpreendida com um e-mail de convocação da Universidade de Stanford, no dia 4 de abril.


Vquinha Quézia Ferreira — Foto: Reprodução


Vquinha Quézia Ferreira — Foto: Reprodução




As aulas de Quézia devem começar no dia 15 de julho e seguem até 2 de agosto. O curso pertence às áreas de física e ciência da terra.

Durante a estadia na universidade, a estudante aprenderá "como usar bem a linguagem pode ajudar a salvar o mundo".

Quézia é a caçula de cinco irmãos. A mãe da estudante trabalha como merendeira e o pai é motorista. A família não tem como pagar a viagem e, por isso, a estudante decidiu buscar outras formas de arrecadar dinheiro para a viagem, como rifas e a vaquinha online.

Quézia criou a vaquinha no dia 6 de abril e deve encerrar no dia 24 de junho. O objetivo da estudante é conseguir R$ 9 mil. O valor será usado para desde a confecção de documentos necessários para a saída do Brasil e entrada nos Estados Unidos da América (EUA) até a compra das passagens.

Até a noite da segunda-feira (29), a vaquinha havia arrecadado 47,06% do necessário, o equivalente a pouco mais de R$ 4 mil.

Quézia espera conseguir os R$ 9 mil até o dia previsto. A estudante conta que sem o dinheiro não conseguirá a viagem.

    "Se eu não conseguir arrecadar todo esse valor, eu não vou poder viajar. Não tenho esse dinheiro. Vou ter que devolver o que tiver arrecadado pessoa por pessoa "


Quézia Ferreira foi aprovada em curso de verão na Universidade de Stanford — Foto: Arquivo Pessoal


Quézia Ferreira foi aprovada em curso de verão na Universidade de Stanford — Foto: Arquivo Pessoal

FONTE: G1 Bahia

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados