domingo, 22 de setembro de 2019
77 99111-1342
Brasil

12/06/2019 ás 08h05 - atualizada em 12/06/2019 ás 08h06

710

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Mulher corta pênis do próprio irmão ao descobrir que filha pequena foi estuprada
Eles estavam em uma igreja e o adolescente levou a criança para casa sozinho, a poucos metros do local, na cidade de Francisco Alves.
Mulher corta pênis do próprio irmão ao descobrir que filha pequena foi estuprada
Caso ocorreu na cidade de Francisco Alves, no Paraná (Reprodução/StreetView)

A Polícia Civil do Paraná investiga o caso de uma mulher que cortou o pênis do próprio irmão, um adolescente de 13 anos, depois que o garoto teria confessado estuprar a filha dela, uma menina de apenas 3. A criança e o autor do suposto crime teriam ficado sozinhos quando a mãe dele, avó da menina, pediu que ele trocasse a fralda da pequena, que voltou chorando bastante.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a avó relatou que a neta chorava bastante e quis saber o que ocorreu depois de mandar que o filho fosse trocar a sobrinha. Eles estavam em uma igreja e o adolescente levou a criança para casa sozinho, a poucos metros do local, na cidade de Francisco Alves.

A mãe da garotinha foi buscá-la na casa da avó e, ao dar banho na filha, teria visto lesões nos órgãos genitais dela. A mulher procurou o irmão e, ao questioná-lo, teria obtido a confirmação de que o adolescente tentou estuprar a sobrinha. Em um momento de fúria, ela então pegou uma faca e atacou o irmão, cortando o pênis dele. “Ela disse que em um momento de fúria, quando o adolescente confessou o abuso, ela se apoderou de uma faca e decepou o genital dele”, explicou o delegado responsável pelo caso, Thiago Soares, em entrevista para a TV Obemdito Umuarama.



O delegado explicou ainda que dois procedimentos foram instaurados: um para apurar o suposto estupro cometido pelo adolescente e outro contra a irmã dele, por ter cortado o pênis do garoto. A mulher responderá por lesão corporal gravíssima, mas foi liberada por falta de flagrante. Ela compareceu à delegacia nessa segunda-feira (10).

A Polícia Civil ainda aguarda resultado de exame realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) para confirmar se a menina de 3 anos foi ou não estuprada. O adolescente, por sua vez, foi levado para um hospital e transferido mais tarde para a UTI do Hospital Cemil, em Umuarama. Ele não teve o pênis reimplantado, mas apesar disso tem estado de saúde considerado estável.

FONTE: bhaz

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados