Terça, 23 de julho de 2019
77 99111-1342
Famosos

19/06/2019 ás 18h30

779

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Família de Michael Jackson desenterra o cantor e toma decisão
Michael, pra quem não sabe, está sendo acusado de abuso sexual por pelo menos 11 pessoas. Conforme revelou uma fonte, o artista estava prestes a ser desenterrado para a extração de uma amostra de DNA de seu corpo.
Família de Michael Jackson desenterra o cantor e toma decisão
Família de Michael Jackson desenterra o cantor e toma decisão (Imagem: Reprodução / BBC)

Michael Jackson, que faleceu em 2009 após sofrer uma intoxicação aguda causada pelo uso excessivo de anestésico, foi exumado recentemente do cemitério onde estava enterrado, nos Estados Unidos.
De acordo com informações publicadas pelo portal Radar Online, a família do cantor tomou a decisão de cremar os restos mortais do rei do pop, como forma de atrapalhar uma investigação policial.

Michael, pra quem não sabe, está sendo acusado de abuso sexual por pelo menos 11 pessoas. Conforme revelou uma fonte, o artista estava prestes a ser desenterrado para a extração de uma amostra de DNA de seu corpo.

“Há pelo menos mais 11 vítimas de Michael Jackson que esperavam que suas histórias fossem provadas ao desenterrar seu corpo e examinar seus restos mortais e tirar amostras de DNA”, disse.
“Infelizmente, eles nunca terão a chance de trazer esta prova à luz. É uma pena, pois seus acusadores agora só têm suas histórias como prova e eles sabem que muitos fãs de Jackson nunca vão acreditar neles”, completou. As cinzas do músico, a propósito, foram transformadas em pingentes, os quais foram entregues aos filhos.



Documentário acusa Michael Jackson de pedofilia e expõe detalhes chocantes

As acusações de que Michael Jackson teria molestado menores de idade rondaram a vida do astro durante anos, o que rendeu até um processo contra ele no qual foi inocentado. Agora, o documentário “Leaving Neverland” tem sido encarado como uma prova de que as denúncias nunca comprovadas seriam, de fato, verdadeiras.

Dirigido por Dan Reed e com quatro horas de duração, o filme apresenta entrevistas com duas vítimas: Wade Robson e James Safechuck, hoje com 30 anos. Eles alegam que o cantor manteve um relacionamento quando tinham entre 7 e 10 anos.

Cartas, áudios de telefonemas e fotografias são mostradas como evidências do crime cometido pelo Rei do Pop. Segundo a equipe do longa, os relatos são tão fortes que optaram em não transcrevê-los.

Dentre os relatos, as supostas vitimas dizem que Jackson oferecia joias em trocas de atos sexuais. Robson chegou a contar que Jackson obrigou a fazer sexo oral afirmou que era assim que “se demonstrava amor”.

Já Safechuck revelou que o músico lhe ensinou a se masturbar. Os abusos teriam se repetido por anos. Robson teria sido penetrado por Jackson quando tinha 14 anos. O famoso coagia os rapazes para que mentisse sobre os atos.

FONTE: Terra

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados