Quinta, 14 de novembro de 2019
77 99111-1342
Polícia

04/07/2019 ás 22h24

269

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Tristeza: Morre jovem atingida por bala perdida, durante confronto com assaltantes de banco
Taís Teixeira de Oliveira estava dentro de um carro de aplicativo, quando foi atingida na cabeça por um dos disparos. Internada, ela acabou morrendo.
Tristeza: Morre jovem atingida por bala perdida, durante confronto com assaltantes de banco
Foto: reprodução

Morreu, na tarde de quarta-feira (3), a recepcionista Taís Teixeira de Oliveira, de 21 anos, atingida por um tiro na cabeça durante o ataque a banco ocorrido em Uberaba há uma semana . A informação foi confirmada na manhã desta quinta-feira (4) pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). Segundo o hospital, a família autorizou doação de órgãos. Amigos disseram ao G1 que o velório e enterro vão ocorrer em Ribeirão Preto (SP).

Taís foi atingida por um tiro na cabeça no momento em que voltava de uma festa com amigas, em um carro de aplicativo, quando o grupo foi surpreendido pelo tiroteio. Ela foi a única atingida dentro do veículo. Como os criminosos impossibilitaram o deslocamento de ambulâncias e unidades de resgate dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ela foi levada pelo motorista do veículo até o pronto-socorro do HC-UFTM. Desde então, o quadro dela era considerado gravíssimo pela equipe médica. Desde a tarde de quarta, várias pessoas prestam homenagens à jovem em publicações em rede social.


Confronto durante assalta a banco

Criminosos atacaram uma agência do Banco do Brasil, por volta das 3h30, desta quinta-feira (27) em Uberaba. Na fuga, o grupo de aproximadamente 25 integrantes trocou tiros com policiais militares por mais de uma hora, causando pânico entre os moradores. Duas pessoas foram baleadas na ação, entre elas uma mulher que foi atingida com um tiro na cabeça e o estado de saúde é gravíssimo. Dois vigilantes da agência precisaram ser socorridos por terem inalado fumaça. Na fuga, os criminosos fizeram um funcionário da concessionária Triunfo como refém. Ele foi libertado posteriormente.


Dez homens foram presos após se entregarem e libertarem reféns em área nas proximidades da BR-262 em Uberaba â?? Foto: Mariana Dias/G1


Os assaltantes estavam em caminhonetes, carros e caminhões, cercaram as principais ruas do Centro e a Praça Rui Barbosa e, segundo a Polícia Militar, usaram armas de grosso calibre. A recepcionista Thais Teixeira de Oliveira, de 21 anos, voltava de uma festa com as amigas, em um carro de aplicativo, quando o grupo foi surpreendido pelo tiroteio, durante o ataque a bancos em Uberaba (MG). Tais foi atingida por um tiro na cabeça, passou por duas cirurgias e ficou internada em estado grave no Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM), onde faleceu.

Doação de órgãos

A família autorizou a doação de órgãos de Taís Teixeira, informou o médico Ilídio Antunes de Oliveira Júnior, coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes do HC-UFTM. “Infelizmente, quando recebemos pacientes no hospital, a gente luta o melhor possível para que eles sobrevivam. Taís teve ferimentos gravíssimos na cabeça e vitimada por essa fatalidade evoluiu, na quarta, para a possibilidade de ter morte encefálica. Fizemos toda a avaliação protocolar, como determina a legislação, respeitando todos os aspectos éticos, jurídicos e morais. Por volta de 15h de ontem, ela teve a morte encefálica confirmada. Nesse momento, confirmada a morte encefálica, (…), nós conversamos com a família, que imediatamente se dispôs a fazer a doação de órgãos e tecidos”, explicou.


Resultado de imagem para Taís Teixeira de Oliveira


A cirurgia de captação ocorreu nesta quinta-feira. Foram captados córneas e rins, que vão ficar em Uberaba e Uberlândia, além de fígado e pâncreas, que serão levados para Belo Horizonte. Em entrevista ao MG1, o médico falou sobre a importância da autorização da família de Taís em doar os órgãos e tecidos da jovem. “Um grande gesto de nobreza e de altruísmo da família. Em um momento muito difícil, uma fatalidade absurda, eles tomaram uma decisão tão importante. Eles estão salvando a vida de cinco pessoas (…) que saem da fila de transplante. E que essa família doadora tenha o conforto de saber que a Taís continua em cinco cidadãos brasileiros”, ressaltou Ilídio.

FONTE: VCN

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados