Sábado, 19 de outubro de 2019
77 99111-1342
Geral

16/09/2019 ás 08h29

404

Administrador

Licinio de Almeida / BA

Rapaz que matou jogador de futebol agiu em legítima defesa, diz polícia
Maicon Moreira, de 35 anos, disse que não lembra de ter assediado a namorada do jogador. Após episódio, Maicon foi agredido e revidou em Ewerton, que morreu após ser esfaqueado.
Rapaz que matou jogador de futebol agiu em legítima defesa, diz polícia
Maicon Pereira Moreira, de 35 anos, suspeito de esfaquear e matar o jogador de futebol Ewerton Rodrigues de Melo de Souza — Foto: Arquivo Pessoal


O técnico em refrigeração Maicon Pereira Moreira, de 35 anos, suspeito de esfaquear e matar o jogador de futebol Ewerton Rodrigues de Melo de Souza, teve a prisão preventiva decretada. Os dois discutiram após Maicon ter assediado a namorada de Ewerton durante uma festa em Bertioga, no litoral de São Paulo. A Polícia Civil entendeu que Maicon agiu em legítima defesa no caso do homicídio e decretou a prisão dele por conta do crime de importunação sexual.

O fato ocorreu na madrugada da última sexta-feira (13). Maicon contou à Polícia Civil que estava em uma festa dentro de uma tabacaria, localizada na avenida 19 de Maio, quando, de repente, alguns homens começaram a agredi-lo e o jogaram no canal de escoamento existente na avenida.

Após ele sair do canal, Maicon contou que os homens teriam o agredido novamente. Ele fugiu a pé e entrou em uma padaria localizada na mesma avenida. Ele afirmou, também, que deu a volta no balcão e pegou uma faca para se defender e tentar afastar os agressores. Nesta hora, Maicon diz que Ewerton tentou agarrá-lo. Ele, então, acabou por cravar a faca no peito do atleta. As imagens de monitoramento do local flagraram toda a movimentação.

Quando Ewerton caiu no chão, os amigos do jogador retiraram a faca do corpo do atleta e voltaram a agredir Maicon. O técnico em refrigeração disse à polícia que esses homens fugiram antes da chegada dos policiais militares. Ewerton chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


Maicon ficou todo machucado após ser agredido pelos amigos do jogador de futebol — Foto: G1 Santos


Maicon ficou todo machucado após ser agredido pelos amigos do jogador de futebol — Foto: G1 Santos



Segundo testemunhas, a briga começou dentro da tabacaria porque Maicon teria ‘passado a mão’ na namorada de Ewerton. Maicon disse que não se lembra de ter praticado tal ato. A versão, porém, foi confirmada pela namorada de Ewerton, que também prestou depoimento na delegacia e disse que o suspeito estava bêbado.

O delegado Marcello Marinho entendeu que há indícios de que a situação se deu ‘sobe excludente de ilicitude prevista no artigo 25 do código penal’, ou seja, que Maicon agiu em legítima defesa. Por isso, ele afastou a hipótese de prisão em flagrante por homicídio. Mas, por outro lado, considerou que houve o crime de importunação sexual, descrita no artigo 215 de nosso Código Penal, e decretou a prisão por este delito.

No sábado (14), Maicon passou por audiência de custódia. A Justiça de São Paulo decidiu por converter o flagrante em prisão preventiva. Ele será encaminhado para um presídio na Baixada Santista e permanecerá até o julgamento do caso.


Jogador de futebol Ewerton Rodrigues morreu após ser esfaqueado em Bertioga — Foto: Arquivo Pessoal


Jogador de futebol Ewerton Rodrigues morreu após ser esfaqueado em Bertioga — Foto: Arquivo Pessoal


Atleta

Ewerton atuava na categoria sub-23 do Esporte Clube Rio da Praia. No fim da manhã desta sexta-feira, o clube emitiu uma nota nas redes sociais.

"O dia amanheceu cinza para a nação azul. Faltam palavras para descrever o que todos estamos sentindo nesse momento. Nosso atleta do sub-23 Ewerton Rodrigues foi morto nessa madrugada. Toda a força do ECRP para os familiares e amigos! Luto", diz a nota emitida pelo clube.


Ewerton (no canto à esquerda) e os amigos jogadores de futebol — Foto: Arquivo Pessoal


Ewerton (no canto à esquerda) e os amigos jogadores de futebol — Foto: Arquivo Pessoal

FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados