Sexta, 29 de maio de 2020
77 99111-1342
Bahia

06/04/2020 ás 11h09

244

Paulo Flores

Bahia-Brasil / BA

Novo coronavírus completa um mês na Bahia; confira um raio-x
Último domingo registrou mais casos em um único dia e alterou faixa etária mais afetada
Novo coronavírus completa um mês na Bahia; confira um raio-x
Casos de coronavírus mais do que dobraram em uma semana (Marina Silva / CORREIO)

A Bahia completa nesta segunda-feira (6) um mês sob efeito da pandemia provocada pelo novo coronavírus. O primeiro caso foi confirmado no dia 6 de março, com uma mulher em Feira de Santana, e o estado abre este novo mês com 401 ocorrências da covid-19, segundo os dados divulgados pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) na noite de domingo (5).

Além disso, Salvador notificou no sábado (4) e no domingo as oitava e nona mortes no estado em decorrência da doença, ambas as vítimas do sexo masculino. A primeira, confirmada na noite de sábado, foi a do bancário Luiz Batista Felipe Filho, de 55 anos. A outra, já no domingo, não teve seu nome revelado, mas trata-se de um idoso de 87 anos que sofria de Alzheimer.
O último final de semana também registrou uma alteração significativa no perfil dos atingidos pela covid-19 na Bahia. De acordo com o último boletim da Sesab, a população proporcionalmente mais afetada pela covid-19 tem entre 50 e 59 anos. Nesta faixa etária, a proporção por 100 mil habitantes é de 5,29 – ou seja, de 100 mil baianos com essa idade, 5 contraíram a doença.



Tabela da Sesab mostra maior incidência entre 50 e 59 anos (Reprodução)


Nos boletins divulgados até o último sábado, a faixa etária mais atingida proporcionalmente era a dos 70 aos 79 anos – que àquela altura estava em 3,66 pessoas a cada 100 mil habitantes. A taxa nesta idade chegou a crescer até 3,87 até o domingo, mas a faixa dos 50 aos 59 anos deu um salto muito maior: de 3,63 pessoas para os 5,29 já mencionados.

Em números absolutos, as pessoas de 30 a 39 anos representam a faixa etária que mais apresentou casos da doença: 110 ocorrências, pouco mais de um quarto - ou 27,43% - do total dos casos na Bahia.
Ao longo da última semana, o número de casos confirmados no estado mais do que dobrou. No domingo anterior, dia 29 de março, eram 156 pessoas infectadas. Os 245 novos casos em sete dias representam um aumento de quase 157%.

Isso, no entanto, representa uma desaceleração em relação à semana anterior. No dia 22 de março, o penúltimo domingo, eram 55 casos confirmados na Bahia. Portanto, o número quase foi triplicado até o domingo seguinte, dia 29, quando teve 156. No caso, foram 183% de aumento.


Em números absolutos, no entanto, os casos de covid-19 nunca dispararam tanto como no último final de semana. No domingo, a Bahia registrou 65 novos casos. Foi a maior quantidade num único dia. Superou justamente o sábado, no qual haviam sido registrados 46 casos numa única data. Somando, foram 111 novos casos num final de semana.

Dos 401 casos confirmados, 63 pacientes já foram curados e 27 seguem internados. Dentre os enfermos em leitos de hospital, segundo a Sesab, dezenove são acompanhados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e 8 estão em enfermarias. Ainda há 156 pessoas internadas com a suspeita da doença.

A semana de 29 de março a 4 de abril registrou oito das nove mortes ocorridas até o momento na Bahia por conta da pandemia do novo coronavírus. A primeira vítima fatal havia sido confirmada justamente no dia 29 de março. Sete das vítimas eram residentes de Salvador. Os outros ocorreram no município de Utinga (um homem de 80 anos) e em Itapetinga (uma mulher de 28 anos que havia acabado de dar à luz).

CIDADES

Ao todo, segundo o boletim divulgado na noite de domingo (5) pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), 47 municípios baianos já registraram pelo menos um caso de covid-19. As cidades com mais ocorrências são Salvador (244), Feira de Santana (30), Lauro de Freitas (17), Ilhéus (12) e Porto Seguro (10).

No último domingo (5), seis cidades da Bahia registraram o primeiro caso de covid-19, a infecção causada pelo novo coronavírus. Os municípios não integravam o boletim da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgado às 17h51 do último sábado. São elas: Ibirataia  (2 casos), Itarantim (1), Ouriçangas (1), Palmeira (1), Piripá (1) e Santa Maria da Vitória (1).

Ainda neste final de semana, outras seis cidades haviam tido a confirmação dos primeiros pacientes infectados no sábado (4). Ao todo foram cinco novos casos divididos entre as cidades de Adustina, Cachoeira, Gandu, Simões Filho e Uruçuca. Também ocorreu um óbito pela Covid-19 em Itapetinga.

Cachoeira foi a primeira cidade do Recôncavo Baiano a registrar um caso. O infectado é um homem residente da localidade de Capoeiruçu que foi encaminhado para um hospital de referência de Salvador no sábado. O cachoeirano não possui um quadro grave e está internado em um leito normal. Mesmo antes de ter a confirmação da doença, o paciente já havia sido colocado em quarentena pois havia voltado de viagem para a Europa e apresentava sintomas gripais.

FONTE: correio24horas

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados